sábado, 19 de maio de 2018

Coisas dos anos 90: 7 Curiosidades sobre o Cine Privé!

Você sabe o que é Softporn ou softcore? São filmes eróticos onde apesar dos atores nus, não há nenhuma penetração e muitas vezes os atores são ficam nus da parte
do tronco para cima, ou seja, você não vê nenhuma vagina e nenhum pênis.
Clique aqui para ver a original!
Por isso mesmo na tv aberta (pelo menos por aqui) eles não eram censurados se fossem passados num horário onde não houvesse "teoricamente" público com menores de idade e por isso tanto este tipo de filme como os "Nacionais" sempre passaram depois da "uma da manhã". Porém somente a emissora Bandeirantes (hoje conhecida como Band) passou uma série exclusiva sobre com esses tipos de filme chamado "Cine Privé" onde muito "marmanjo" (e muitos que não eram) solteiros (ou até mesmo casados) assistiam como um ritual (lembrando que naquele tempo a internet estava engatinhando e pouca gente tinha videocassete) e hoje o Blog vai mostrar 7 curiosidades sobre essa "saudosa" sessão de filmes que passava no meio da madrugada.

1.Atrizes "secundárias" famosas
Pra quem já assistiu muito filme "B" ou aqueles filmes onde há o ator/atriz famoso/famosa de hoje em dia e que naquela época estava apenas começando, os filmes que passavam no
Cinê Privê não era excessão. Por exemplo, tinha filmes que apareciam atrizes "seminuas" que eram conhecidas do público dos anos 80/90, como "Teri Hatcher" (da série MacGyver e As novas aventuras do Superman)"Sylvia Kristel" (Foto 1, a eterna Emanuelle), "Shannah Laumeister" (da série Click), "Krista Allen" (Foto 4, da série Arquivo X e Smallville), Jacqueline Lovell (Foto 3, estrela de vários filmes de Terror B) e "Shannon Tweed" (Foto 2, que é a mulher de Gene Simmons, o baixista do Kiss).

As musas da Sessão (Clique para ampliar)
















2.Nem sempre o filme tinha cenas de sexo!
Muitos esperavam ansiosamente a madrugada para ver os filmes e principalmente quando eles só passavam no sábado. Porém as cenas eróticas nunca apareciam de cara, demoravam 15 a 20 minutos a primeira e a maior frustração era quando chegava o filme não tinha nada haver com sexo!
As vezes tinha uma comédia picante, um filme de suspense, um policial e nem mesmo tinha uma cena de nudez! Embora tivesse atrizes e atores de roupas íntimas.
Era uma das maiores decepções que se podia sentia naquelas madrugadas noventistas e isso que muita gente ficava acorda só para ver as cenas "calientes" que iam passar!

Representação da Frustração (esse filme não passou, Sex Tape é de 2014)














3.Filmes com cenas de penetração eram raros
Embora os filmes fossem softcore alguns deles mostaram cenas "quentes" na cama, como no caso do filme Emanuelle 5 e alguns do diretor italiano Tinto Brass. Porém esses filmes eram tão raros que vê los era quase como ganhar numa loteria! Contudo, quem estivesse no local certa, na hora certa, a felicidade era garantida!
Na verdade é que filmes como o citado Instinto Selvagem,  Lua de FelAta-me e muitos brasileiros eram bem mais erotizados que qualquer um de softcore!

Um dos clássicos da sessão!


























4.Alguém lembra o nome dos filmes?
Ninguém prestava atenção na história do filme, do que se tratava ou qual era o nome dele, tanto que você se referia ao filme como "aquele que passou na Band sábado" e assim até hoje mesmo você olhando uma lista dos títulos dos filmes que passaram naqueles anos, dificilmente você lembra sobre o que era, talvez somente se ver os rostos dos atores e o filme era bem mais comentado se atriz era muito bonita ou se tinha uma cena que mexia com imaginário masculino (e até feminino).

Qual era mesmo o nome do filme?




















5.A maioria dos filmes eram muito chatos!
Se um filme "Pornô" a mais "ação" que diálogos, nos de "softcore" é ao contrário: primeiro eles enrolam bem para depois ter alguma ação (como citado lá no item 2) e isso deixava todos na expectativa, pois quando o casal ficava sozinho e você dizia "é agora"! Geralmente não rolava nada!

A maioria dormia antes das cenas picantes!














6.A Revista Playboy produziu muito deles
A Revista Playboy dos EUA tinha um canal a cabo chamado "Playboy TV" onde era especialista em fazer "softcore" e por isso muitas coelhinhas que apareceram na revista como
uma das estrelas do canal "Kira Reed" tiveram seu corpo mostrado para nossa alegria nos gloriosos filmes da madrugada de sábado! Esses são os mesmos estilos filmes que passam no canal da Playboy (por TV de assinatura).

Nem só de Revistas vive a Revista!



















7.O Cinema Nacional vs o Cine Privê
Para tentar equilibrar as disputas das madrugadas sensuais, muitas vezes a emissora concorrente inventava um "Festival Brasil" ou algo parecido, que passava junto com a sessão do Cine Privê.
Geralmente colocavam filmes brasileiros com cenas "bem calientes" como o clássico "Faca de Dois Gumes" que tem uma das melhores cenas de sexo do cinema nacional.

Faca de 2 Gumes. Um bom filme nacional dos anos 80!




















Por que não havia censura para isso nos anos 90?
Não tem exatamente o porque disso, porém uma das melhores explicações que ouvi (pena que eu não me lembro que site foi, que souber deixe nos comentários) é que como houve "tanta censura" durante os anos 70 até metade dos 80 por qualquer coisa (se é que dá pra dizer que era assim, pois meu pai falava que também havia bastante libertinagem nesses anos) para "destraumatizar o povo" decidiram exibir praticamente tudo que não fosse "explícito" (até que eles queriam, mas daí ainda eles pensavam na ética, tanto os que fizeram isso como um dia quando uma emissora inventou de exibir o filme Calígula, foram proibidos por mostrar demais cenas de sexo, porém nada foi feito quando a outra emissora exibiu o hit Instinto Selvagem). Mas para mim,  como o Brasil sempre teve um apelo mais "sensual" eles iam testando para ver se o povo aprovava e quanto mais o povo gostava, mais eles colocavam, até que por volta de 2001 resolveram frear isso. Vale lembrar que hoje ainda tem isso, porém mais "discreto" e sem contar que naqueles anos não havia internet, então as tvs "gladiavam" por audiência e isso era uma guerra de vale tudo!
De uma olhada nessa postagem do site Risca Faca que você irá entender bem melhor!
Vale lembrar que infelizmente apesar de muitos adorarem, também mudou muitos aspectos negativos da nossa cultura que precisam ser mudados, mas que dificilmente serão, porém isso é só uma opinião pessoal.


Postado por:
Rafael "O KH" Dantas
Autor do blog de gravação musical Palco KH e Jovem e Adolescente nos anos 90!
Músico e Técnico em T.I
OMB:13850
Contato:
rafael.kh@gmail.com

Fontes Adcionais: 
http://stevejobszombie.blogspot.com.br/2012/08/as-maiores-gatas-do-cine-prive.html
https://www.buzzfeed.com/clarissapassos/podia-tudo-no-brasil-nos-anos-80-90
https://www.fatosdesconhecidos.com.br/12-provas-de-que-tudo-era-permitido-no-brasil-nos-anos-80-e-90/
http://riscafaca.com.br/televisao/tv-brasileira-anos-90/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção: faça comentários relacionados a postagem!
Tudo que for de origem ideológica, conteúdo ofensivo ou político será automaticamente apagado! Há vários blogs pra você fazer isso, aqui não é um deles.