domingo, 29 de abril de 2018

10 Curiosidades da informática nos anos 90 - Parte 2

Novamente irei escrever com minhas palavras....
Sobre a informática nos anos 90! Já falei sobre isso aqui nessa postagem e como é uma das postagem que o pessoal mais gosta, então vamos fazer a segunda parte! Talvez muitas coisas você não encontrem em sites ou assuntos aqui, pois isso que escrevo é o que vi e vivi e por isso vi muita coisa evoluí (e outras nem tantas) quando o assunto é informática no nosso lindo país tropical!
Pegue sua guaraná, sua pipoca e divirta-se! Hoje coloquei vídeos para ressaltar mais ainda os assuntos!

1.Como era a bios dos antigos PCs
Todo curioso que se preste em informática já apertou a tecla "DEL" e entrou no "Setup" que acessa a Basic Input Output System (Sistema Básico de entrada e saída) ou
mais conhecido por sua sigla chamada BIOS que já evoluiu muito durante ao longo dos tempos. Nos pcs dos anos 90 (principalemente antes de 1995) mexer na BIOS era uma aventura
pois ao contrário de hoje (que já tem as funções pré determinadas), muitas vezes você tinha que começar o computador do zero!
O exemplo clássico é que hoje a configuração do HD (Disco Rígido) é automática, e naqueles anos você tinha que informar a trilha, a cabeça, os setores e tamanho do HD manualmente!
Ou seja, se você não tinha o manual do HD, provavelmente iria se lascar! E assim era com os outros dispositivos, incluindo qual o valor do teclado se era de 10 ou 12 funções!
Porém hoje dia isso ainda permanece na BIOS, porém raramente alguém usa a não ser que queira mudar o valor de propósito. Uma das coisas que mais falta hoje em dia é que o setup dos 486 vinham
de fábrica a opção de "formatação em baixo nível" em seu menu, porém devido aos "desastres" que ocasionava, quando as placas mães saíram para os processadores Pentium a função foi retirada.




2.Teclado de 10 e 12 funções
Hoje em dia pode parecer esquisito, mas até 1995 existiam dois padrões de teclado: o de 10 funções (F1 a F10) e de 12 funções (F1 a F12).
O teclado de 10 funções era do tipo "padrão" e muito parecido com os teclados simples que existem na maioria dos notebooks e foram os primeiros do mercado.
Eles não tinham as teclas duplicadas (AlT, CTRL, SHIFT), as teclas de "navegação", windows key, ALT GR e as funções ficavam na lateral esquerda do mesmo e o keypad no lado direito.
O teclado de 12 funções (ou teclado extendido) é o padrão usado no dia a dia. O principal motivo para a extinção do teclado de 10 funções foi o Windows, a internet e os jogos, pois
neles era "limitado demais" usar esses tipos de programas.



3.Processador Matemático
Embora pareça piada hoje em dia, os computadores chamados "PC XT e PC AT"  não tinha um dispositivo que fazia os cálculos e processamentos mais rapidamente, o que podia dar problema na hora de compilar um programa. Esse processador você comprava e "acoplava" na "placa-mãe" do computador e era chamado de "Processador Matemático". Contudo com o surgimento do processador "80286" isso tornou item integrado ao conjunto.



4.Tudo era off board!
Como citado acima, você tinha que "acoplar" o "Processador Matemático" e da mesma maneira, a placa de vídeo, a placa de som, o modem, a placa de rede...
Esses tipos de periféricos são conhecidas como Off Board e desde 1996 todas as placas mães já vem embutidas todos esses itens citados. Porém mesmo assim, você pode colocar os mesmos separados, já que nas "placa-mãe" temos os Slots PCI, PCI-E-1x e PCI-E-16x além das portas Sata e USB.



5.Não tinha espaço pra nada!
Pra quem já teve um 486/Pentium 1 com fantásticos 40 mega no HD deve, lembrar o desafio que era economizar espaço no bicho!
Por exemplo, você colocava o Windows 95 SE e já matava 640 mega do seu HD. Depois colocava o poderoso OFFICE 95 e já matava mais uns 200 mega.
Depois ia colocando outros programas, aquele joginho "crackeado" que conseguiu com o amigo, depois seus arquivos pessoais e quando via o espaço acabava! O pior de tudo era o "backup" já que o drive de CD-R (regravável) era uma fortuna, o ZIP Drive ineficaz e os disquetes eram a opção ainda mais viável, não é a toa que muita gente perdeu coisas importantes da sua vida!
Hoje em dia embora não seja difícil você conseguir encher um HD de 1TB, você pode fazer o backup tranquilamente em DVD, Pen Drive ou HD Externo.




6.AUTOEXEC.BAT E CONFIG.SYS
Talvez nem saiba o que é isso, mas saiba que eles existem até hoje incluindo no Windows 10 e talvez sejam os maiores responsáveis da "vulnerabilidade" do sistema! Na época do DOS 4, 5 e 6 (que foi nos anos 90) seu computador não iria rodar nada sem esses dois arquivos.

CONFIG.SYS era o arquivo que gerenciava a "memória" e era o responsável pela "dor de cabeça" de jogos que não rodavam pois, a memória não estava gerenciada.
A memória era gerenciava pelo arquivos HIMEM.SYS (Memória de Cachê), EMM386.EXe (Memória RAM), FILES (número de arquivo máximo por vez na memória) e BUFFER (número de buffer de memória) e ainda tinha mais pelo 10 comandos para fazer esse gerenciamento.
Hoje em dia no Windows você encontra essas funções em Variáveis de Ambiente, porém com os comandos bem mais reduzidos.

AUTOEXEC.BAT
Gerenciava a inicialização dos DOS, incluindo drivers, caminhos e os programas básicos que você quisesse. Hoje em dia no Windows você encontra essas funções no MSCONFIG/INICIALIZAÇÃO, porém dependendo da versão também a funções em Variáveis de Ambiente.



7.AT e XT
Um sigla pré-histórica da informática moderna, extinta logo no início dos anos 90.
Havia dois tipos de processadores da Intel modelo 8086. Um era o XT (Expert) que indicava um computador de 16 bits e o outro era o AT (Advance) que indicava um computador de 32 bits
nesse caso o com o modelo de processador 8086 mais avançado. Porém logo após o lançamento do 80386, a nomenclatura "XT" saiu de linha, pois não havia mais necessidades de indicar que o computador tinha 16 ou 32 bits. Todos computadores se tornaram de 32 bits até o 64 bits surgir em 2003 e se tornar padrão a partir de 2005. Abaixo esse raro comercial brasileiro dos anos 80, mostra muito bem isso!



8.DOS 4GW
Se você joga no PC os clássicos como Doom, Prince of Persia 2, Blood, Duke Nukem ou Need For Speed 1 já deve ter visto isso, antes do jogo rodar.
Ela foi possivelmente a "primeira engine real" feita exclusivamente para jogos e tudo isso devido a uma coisa bem simples. Antes de 1993 apesar de já existirem os computadores de 32 Bits, os jogos eram feitos ainda da maneira antiga, usando apenas a memória padrão e muito pouco da estendida.
O DOS 4GW fez com que os programadores de jogos pudessem então acessar os 32 bits completamente e ainda toda a memória que existia no computador, o que fez com que em meno de um ano os computadores ficassem com uma resolução nunca vista antes, além dos efeitos sonoros em estéreo. O Mesmo princípio também foi usado pelo AMIGA DOS



9.Computadores Amiga
No início dos anos 90 havia um computador "multimídia" que não era caro como o Machintosh e nem "tão despenado" como o PC, esse computador era o Commodore Amiga.
Ele na Europa e na América do Norte se tornou por muitos os preferidos de gamers, desenhistas, músicos e pessoas que mexiam com artes, pois bastava plugar o mesmo no monitor e estava pronto!
Ele era como um notebook tudo estava embutido nele, menos o monitor e as caixas de som. O conceito de computadores onde o usuário não podia mexer ou escolher o que quisesse colocar se chamava "arquitetura fechada".
O Amiga teve seu auge entre 1985 a 1994, contudo com os computadores do tipo "PC+Windows" se tornando cada mais populares e os desenvolvedores de software fazendo programas e jogos
só para esse sistema, a empresa encerrou sua fabricação em 1997.
Contudo em 2017, foi lançado o AmigaONE X1000, de arquitetura aberta e  com emulação nativa para rodar os programas do Windows.



10.CDs bizarros!
Logo que os computadores com multimídia se tornaram populares, começou uma "enxurrada" de CDs para PC no mercado. Como todos estavam para "vender algo" e o preço de programas e jogos originais no país era caro, esses CDs podiam ser encontrados principalmente em livrarias e bancas de jornal a um preço
bem popular, algo em torno de R$10,00 ou as vezes R$9,99!
Porém os CDs eram: "enciclopédias virtuais" cheio de arquivos *.mpeg, "filmes pornos em formato *.avi", jogos gratuitos da internet e programas inúteis para Windows que
faziam qualquer um ficar triste a comprar um deles.
Somente a partir de 1997 alguns programas e jogos originais começaram a ser vendidos (geralmente um ano depois do lançamento) e assim valia a pena comprar um bom CD por um valor não tão absurdo!



Bônus! 
11 Coisas da informática que aconteciam  anos 90!
Por fim, achei esse vídeo muito bem bolado, mostrando o cotidiano nosso do dia com os computadores, nessa década que foi responsável pela "explosão" da informática no país!




Ótima Semana !!!

Postado por:
Rafael "O KH" Dantas
Autor do blog de gravação musical Palco KH e Jovem e Adolescente nos anos 90!
Músico e Técnico em T.I
OMB:13850
Contato:
rafael.kh@gmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção: faça comentários relacionados a postagem!
Tudo que for de origem ideológica, conteúdo ofensivo ou político será automaticamente apagado! Há vários blogs pra você fazer isso, aqui não é um deles.